Conheça nossa história

Conheça nossa história

O Instituto Jatobás foi criado em 2002, com sede no município paulista de Pardinho, na Fazenda dos Bambus.

Foi nesta fazenda, à sombra generosa de um centenário jatobá, que a presidente do Instituto, Betty Feffer, idealizou um projeto para a cidade de Pardinho, no interior de São Paulo, e para viabilizá-lo fundou o Instituto Jatobás.

Do sonho à realidade, uma jornada de parcerias, estudos e muito trabalho.

No ano de 2006, o Instituto Jatobás iniciou seu primeiro trabalho no município, em parceria com a organização não governamental Instituto Ecoanima. O objetivo era entender a dinâmica municipal e assim obter um diagnóstico da realidade econômica e socioambiental local. Para isso, foram feitos levantamentos e análises de dados primários e secundários, obtidos a partir de trabalhos de campo e estatísticas oficiais.

Após este intenso período de pesquisa e estudo da região, foi elaborado um sólido plano para a concepção do Sistema Ecopolo de Desenvolvimento Sustentável.

Em 2007, em busca de resultados práticos, o Instituto Jatobás deu início a trabalhos com diversos segmentos da comunidade.

O primeiro grupo de trabalho foi com os educadores da rede formal e não formal, com o objetivo primordial de capacitar os participantes para mudanças rumo a uma educação embasada em princípios, valores e atitudes voltados à ética socioambiental.

O trabalho foi realizado em quatro etapas:
1. Sensibilização
2. Planejamento escolar
3. Curso de capacitação em educação global para a sustentabilidade
4. Capacitação de projetos

Para saber mais detalhes deste projeto, clique aqui (Vai para sub-site do Ecopolo / Frentes de Atuação / Ecopolo Educação)

Foi também realizado um trabalho junto à agricultura familiar, com a intenção de despertar o interesse por novas formas de produções ecológicas, menos dependentes de insumos externos. Além disso, em parceria com o SENAR (Sindicato Rural), jovens estudantes foram capacitados, visando torná-los os novos protagonistas do desenvolvimento rural do município. O grupo aprendeu a aplicar técnicas sustentáveis em suas propriedades, baseadas nos conceitos de agroecologia.

Em 2008, atendendo a uma demanda da comunidade e novamente com a parceria da Prefeitura e de diversos apoiadores, foi construído o Centro Max Feffer Cultura & Sustentabilidade, com o objetivo de promover a expressão artística local, incentivar o desenvolvimento social e disseminar os princípios da sustentabilidade.

Adicionalmente, deu-se início à mobilização da comunidade para criação de um Conselho Municipal, a fim de discutir as questões de sustentabilidade do município. Esta iniciativa contribuiu, em 2009, para a institucionalização do CONDEMAS – Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Em 2009, a formalização de um trabalho com a prefeitura municipal.

A formalização do acordo de cooperação com o governo municipal resultou na formação do Ecotime da Prefeitura, com a participação de responsáveis pelas diversas áreas da administração pública, a fim de proporcionar a capacitação dos agentes para implementação de ações recomendadas pelo Sistema Ecopolo de Desenvolvimento Sustentável.

 




MAPA DO SITE

CONTATO

Rua Henrique Monteiro, 234 – cj. 42
Pinheiros – São Paulo, SP
CEP: 05423-020

11 3473.4554
11 3473.1441

© 2017 Instituto Jatobás
Todos os direitos reservados.


Desenvolvimento: Ecobrain